quarta-feira, 3 de março de 2010

Formação para Séniores...Que Desafios?

No passado dia 24 de Fevereiro teve lugar no CEO – 2º. Andar – Casa do Largo, a 21ª. Tertúlia, na presença de 92 Tertulianos.






O evento teve início com todos os presentes a cantaram os “Parabéns a Você”, uma vez que as Tertúlias “Conversas com Princípio e Fim” comemoravam, neste dia, o 2º. Aniversário.
Foram feitas referências de agradecimento à Câmara Municipal de Odivelas pela cedência de mobiliário e do equipamento de som, e ao Jornal de Odivelas, ao Jornal Triângulo, ao Meu Jornal, os quais na altura apropriada fizeram referência a este evento. Em relação à Casa do Largo que, durante dois anos nos acolheu mensalmente, a organização já agradeceu aos seus proprietários, Arqº. Jorge e Dra Filomena, toda a simpatia com que nos
receberam no referido espaço, uma palavra de agradecimento para os empregados que, também, sempre colaboraram connosco. No tocante à habitual divulgação de actividades destacamos:
No próximo dia 6 de Março, Sábado, entre as 10,30 e as 13,30 Horas a Dra Ana Filipa Dâmaso estará Centro de Exposições de Odivelas, para organizar um WorkShop sobre “Metodologia de Intervenção Educativa com Pessoas Idosas”, as inscrições podem ser feitas através do TM: 938 510 733, a presença neste encontro tem um custo por pessoa é de 10,00 €uros;
A Fundação para a Divulgação das Tecnologias da Informação, presente no Odivelas Parque – Loja do Cidadão – abre no próximo dia 22 de Março um novo curso para Seniores.
No próximo dia 8 de Maio, as Tertúlias irão até à Cidade de Tomar para assistir ao “Congresso da Sopa”, iremos ter à nossa disposição um “Kit de Congressista” com o qual iremos provar cerca de 60 Sopas, da parte da manhã iremos visitar, na Cidade, o Museu dos Fósforos, a Igreja de S. João Baptista, a Estátua de Gualdim Pais, a Sinagoga de Tomar e na parte final desta viagem Cultural/Gastronómica iremos ter um lanche com “Doces Conventuais” numa pastelaria local.
A parte histórica estará a cargo da Dra Teresa Bray que irá ser a nossa cicerone, em Março na Tertúlia do dia 31, aproveite para se inscrever.
Em virtude do número de Tertúlias que assistem a estes eventos ter aumentado, por vezes há pessoas em pé, no mês de Março as Tertúlias mudam-se para a Sociedade Musical Odivelense cuja Presidente Dra Fernanda Moroso vai fazer o especial favor de nos receber, este espaço foi profundamente remodelado e vamos ter ao nosso dispor cerca de 130 lugares. A Sede desta Associação fica perto da Igreja Matriz de Odivelas.
A Organização destes eventos está muito honrada por poder partilhar este espaço, cuja fundação data de Junho de 1863, tem, portanto, quase 147 anos.
Ao iniciarmos, no passado dia 24 de Fevereiro, a caminhada para o 3º. Aniversário, Carlos Moura informou que irá proceder a algumas alterações no formato das Tertúlias, por exemplo passará, mensalmente, a haver uma rubrica denominada de “Hoje, sou eu o Poeta”, é uma oportunidade oferecida a todos os Tertulianos que tendo bons poemas passam a ter um espaço para os declamar/apresentar, em Fevereiro de 2011 será apresentado um “livrinho” já baptizado de “A Poesia das Tertúlias”, o qual irá coligir todas as intervenções desta área
O espaço ocupado pelo Convidado/Palestrante é mantido porque é esse o espírito das Tertúlias com que as mesmas foram criadas.
Também a partir desta data, as Tertúlias passam a ter um logótipo o qual foi idealizado pelo Prof. Rui Lourenço, da disciplina de Informática da Universidade Sénior, para ele os agradecimentos.
Todos os Tertulianos presentes receberam um “Certificado de Presença” o qual confirma que no ano de 2009, assistiram a estes eventos com assiduidade. A próxima Tertúlia terá lugar no dia 31 de Março ás 17,00 Horas, é Convidado/Palestrante o Dr. Amilcar das Neves, escritor e historiador que nos irá falar sobre “A Vida e os seus Mistérios”, com este tema iremos inaugurar o salão que a SMO nos irá colocar á nossa disposição.





O tema da Tertúlia de Fevereiro, “Formação para Seniores…Que Desafios?, o convidado das Tertúlias foi o Engº. Manuel Rodrigues, foram apresentados uma série de diapositivos muito bem estruturados, os quais ao longo da sua palestra foram transmitindo a sua experiência adquirida em várias empresas industriais.

Os desafios que, diariamente, são colocados aos Seniores, estes para além de conversarem na rua ou nos centros comerciais devem desenvolver outras actividades.
O tempo é todo nosso, disse o convidado, há que fazer coisas que não pudémos fazer antes.
Conviver em almoços com amigos, ajuda a reviver recordando tempos passados.
Aderir aos pacotes das agências de viagem que hoje, em dia, oferecem aos Seniores tarifas muito agradáveis, até podemos seguir o exemplo do Grupo das Tertúlias que está, agora, a desenvolver o seu pacote próprio de viagens culturais e gastronómicas.
A leitura e discussão de livros, artigos culturais, poesia, teatro, cinema, eventos organizados em pequenos grupos mantêm-nos activos e actualizados em relação ao presente.
O Engº. Manuel Rodrigues lembrou que os Municípios e Juntas de Freguesia dispõem de várias actividades, é tudo uma questão dos interessados procurarem nos locais próprios as respectivas informações.
Outra vertente de ocupação e que é, também, um desafio, centra-se no Voluntariado, na ajuda ao próximo o qual pode ser exercido nos hospitais, nos lares e nas bibliotecas, aliás alguns dos Tertulianos já estão ocupados em enumeras tarefas.
Foi, também, sugerido pelo nosso orador que a frequência nas Universidades Seniores permite uma ocupação a par do adquirir conhecimentos e convívio que uma actividade destas envolve.
Ao aproximar-se do termo da sua apresentação, o Engº. Manuel Rodrigues, fez questão de nos dizer que a “Formação é sempre uma fonte de aprendizagem e conhecimento, basta que, para tal, não nos deixemos “adormecer” e continuamos em busca do conhecimento”
Seguiu-se uma troca de informações sobre os “centros de convívio para seniores”, geridos pelos serviços sociais da administração pública.
Nestes centros os interessados podem encontrar uma equipa especializada e motivada e um salutar convívio, há mesmo uma página na Web, com o seguinte endereço: http://www.ssap.gov.pt/, a linha directa: 219 327 401


Na continuação da Tertúlia de aniversário,foi aberto um espaço de poesia, "Hoje, sou eu o Poeta "protagonizado pela Aline Rocha e Margarida Moura.

A propósito do aniversário das Tertúlias e do tema da mesma centrado na “Formação para Seniores…Que Desafios”, foram apresentadas as seguintes comunicações/mensagens:
O Actor Manuel Coelho, Director Artístico do Centro Cultural da Malaposta o qual em resumo nos disse que “as múltiplas actividades artísticas e culturais proporcionam, sem margem para dúvidas um pleno desenvolvimento físico e psicológico, daí acreditarmos e defendermos que a actividade Sénior se deve potenciar em várias vertentes, nomeadamente, dos passeios culturais às visitas a exposições, idas ao teatro, dança, poesia, música, escultura e tantas outras expressões.
O Centro Cultural da Malaposta partilha o conceito de que a população Sénior preserva o gosto pela busca de novos conhecimentos e de novas experiências, e foi neste contexto que nos entusiasmámos, uma vez mais, com um novo projecto, falo desta feita do Teatro Sénior do Concelho de Odivelas.
O mesmo actor, Manuel Coelho, terminou a sua mensagem afirmando que no Centro Cultural da Malaposta toda a equipa trabalha porque acreditam que a melhor forma de crescer é aprender, para esta equipa ser Sénior é transportar a beleza de um olhar com muito passado mas com muita alegria por ver e participar SEMPRE no FUTURO”.
A Universidade Sénior de Odivelas, também, quis associar-se a esta Tertúlia/aniversário, enviando-nos uma mensagem “que de um modo geral nos transmite a ideia de que as próprias Tertúlias têm desenvolvido um trabalho de dinamização intelectual, social e cultural para a população de Odivelas, trabalho esse que a própria Associação Sénior comunga dando importância à aprendizagem ao longo da vida. Da formação para Seniores
Mais à frente, acrescenta que falar da formação para Seniores é, na perspectiva da Universidade Sénior de Odivelas antes de mais, falar de inclusão.
A mensagem terminou ficando registado que com a Universidade Sénior e com toda a comunidade o interessante é partilhar experiências de vida mas também enriquecê-la, contribuindo assim para uma Sociedade mais justa e inclusiva. Desta partilha todos vamos ficar mais ricos.”
Carlos Moura da organização das Tertúlias centrou a sua intervenção dizendo que “ os Seniores devem, na medida do possível, intervir e definir nas acções tomadas pelas autoridades locais e governamentais.
A propósito do apoio Municipal oferecido, hoje em dia, Carlos Moura informou-nos que já há Câmaras que quando são encerradas escolas, por ordem do Ministério da Educação, não vendem essas edificações, as mesmas são transformadas em “Casas de Apoio ao Desenvolvimento Cultural para os Seniores” .
Carlos Moura terminou a sua intervenção sugerindo aos Seniores que leiam, todos os dias, pelo menos um Jornal e que em relação à internet e ao correio electrónico devemos responder sempre, se possível, com brevidade a um amigo que nos faz um convite, um e mail merece uma resposta, não responder não é bonito!!!”.
A Câmara Municipal de Odivelas, na pessoa da sua Presidente, Dra Susana Amador também esteve presente, associando-se, deste modo, e oferecendo um Bolo de Aniversário o qual fez as delícias dos Tertulianos “e transmitiu-nos, como é habitual, palavras de estímulo que a organização agradeceu, de sobremaneira a intenção das Tertúlias é promover o bem-estar físico,
mental e espiritual.

A Dra Susana Amador considera que a “Formação para Seniores” é um assunto de enorme importância para o Concelho de Odivelas pois o papel desta fatia da população, em comunidade, não se esgota ao atingir-se uma determinada classe etária.
A Câmara Municipal de Odivelas tem idealizado para os Seniores programas de, nomeadamente, Saúde Sénior, Novas Tecnologias e Internet Sénior, a Universidade Sénior de Odivelas, uma parceria com o ISCE, o Teatro Sénior e os Patrolheiros Escolares. A Dra Susana Amador terminou a sua mensagem dizendo-nos que a participação cívica e activa dos seniores na actividade municipal e na sociedade, enquanto cidadãos, não pode nem deve resumir-se a uma presença meramente estática e inerte, limitando-se única e exclusivamente a “deixar o tempo passar, sentado no banco do Jardim”.





As mensagens da Universidade Sénior escrita pela Dra Isabel Aires e pela D. Isabel Martins e do Actor Manuel Coelho, ausentes por motivos profissionais, foram lidas, respectivamente, pelos Tertulianos Lídia Dias e Vasco da Gama, alunos da já referida Universidade Sénior de Odivelas, a ambos a organização agradece.









Obrigada à "Fotógrafa de serviço", ao longo destes dois anos.

1 comentário:

Lidia disse...

Boa tarde! Após ler a narração da última tertúlia, não posso deixar de agradecer a quem muito dá de si a troco de nada. Excelente trabalho não só de escrita mas também de fotografia. Que daqui a muitos anos (!!!!!!!!!)estes eventos continuem a ser uma realidade.
Parabéns e o meu bem haja.
Lidia